quarta-feira, 28 de março de 2012

Novas experiências de atenção à criança são trazidas de Cuba


A Gerente de Projetos Especiais da Secretaria da Criança e da Juventude (SCJ), Bernadeth Gondim, e a Coordenadora do Programa Estadual de Fomento à Educação Infantil, Liz Ramos, retornaram esta semana de Cuba, de onde trouxeram experiências de atenção primária à criança de 0 a 6 anos. As duas técnicas se juntaram a uma equipe que reúne profissionais do programa Mãe Coruja Pernambucana, com participação da Secretaria do Governo, Secretaria de Educação e Secretaria de Saúde.

No País, elas participaram de atividades teóricas e práticas nos Círculos de Educação Infantil, de intercâmbio com representantes do Grupo Técnico Nacional “Educa Teu Filho” e do Ministério da Saúde Pública, e oficina com participação da Federação das Mulheres Cubanas na Atenção Integral na Primeira Infância no Centro de Estudo da Mulher.

Segundo Bernadeth Gondim, há um enorme investimento do Governo Cubano nos profissionais que trabalham no ciclo de educação infantil. “Todos os educadores têm formação superior e especialização”. Outro ponto citado pela técnica foi a questão da intersetorialidade que une a educação e a saúde. “Há um trabalho de atendimento integral a criança e um investimento no trabalho preventivo e extensivo a família e a comunidade”, ressaltou.

Para Liz Ramos, o que chamou a atenção foi o alinhamento e a organização do processo de aprendizagem. “As atividades lúdicas são priorizadas no processo educativo. Eles pensam no que as crianças precisam. Existe um diálogo muito grande entre a escola, a família e a comunidade”, disse.

Foto: Divulgação/SCJ



PEC votada na Câmara


Correio Braziliense - DF
28/03/2012 - 07:03

PEC votada na Câmara

A carreira de procurador municipal já existe em algumas cidades e capitais, mas ainda sem critérios fixos na Constituição para o ingresso e a permanência no cargo

Da Redação

Ainda sob o peso da crise instalada entre governo e base aliada, a Câmara aprovou ontem, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria do deputado licenciado Maurício Rands (PT-PE) que formaliza a criação da carreira de procurador público municipal.

A proposta, que estava pronta para ser votada em plenário desde março de 2010, inclui na Constituição a necessidade de os municípios formalizarem e organizarem a carreira do procurador público municipal, que será responsável pela representação judicial e a consultoria jurídica das prefeituras, nos mesmos moldes do que já existe na União, nos estados e no Distrito Federal.

A carreira de procurador municipal já existe em algumas cidades e capitais, mas ainda sem critérios fixos na Constituição para o ingresso e a permanência no cargo.

A medida é uma demanda da Frente Nacional de Prefeitos e da Associação Nacional dos Procuradores Municipais. Por ser uma PEC, o texto ainda precisará ser aprovado em segundo turno de votações, respeitado o prazo de cinco sessões ordinárias.

Os deputados ainda aprovaram ontem o projeto de resolução que passa a chamar de Deputado Ricardo Izar o espaço onde funciona o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara.
terça-feira, 27 de março de 2012

Missão paquistanesa quer formar parcerias com Pernambuco

“O Brasil é a nova fronteira tecnológica a ser conquistada pelo povo paquistanês”. A afirmação do chefe da Missão Oficial do Paquistão em visita a Pernambuco, Kamal Majidulla, reflete as expectativas das autoridades, pesquisadores e empresários daquele país na construção de acordos bilaterais de cooperação técnica nos segmentos agropecuário e de infraestrutura hídrica. A comitiva, que até a próxima sexta-feira (30/03), conhecerá as principais experiências do Estado na produção de etanol, algodão e banco de germoplasma (sementes de plantas melhoradas geneticamente), foi recebida, hoje, pelo presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco, Júlio Zoé, no Recife.

Durante o encontro, os paquistaneses também demonstraram interesse na difusão de conhecimentos, sobretudo nos serviços de assistência técnica e extensão rural prestados aos agricultores de base familiar e no melhoramento genético animal. Kamal Majidulla disse que, embora o Paquistão seja vizinho de dois grandes países emergentes (China e Índia), ambos não têm o know how brasileiro, principalmente nas culturas da cana de açúcar e do algodão. “Temos pouco a aprender com eles e é, por isso, que estamos aqui em Pernambuco, um dos centros de excelência nas áreas que elencamos como prioritárias para o desenvolvimento da nossa agropecuária”, afirmou.

Após conhecerem a estrutura de funcionamento e as principais linhas de atuação do IPA, a delegação paquistanesa visitou o Palácio do Campo das Princesas, onde foi recepcionada pelos secretários de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, e de Articulação Internacional do Governo do Estado, Maurício Rands. Durante o encontro, os paquistaneses demonstraram interesse na formação de parcerias comerciais e de transferência tecnológica com o Brasil, em especial, com Pernambuco.

Segundo Rands, a formação de parcerias internacionais é importante para o desenvolvimento das relações exteriores de Pernambuco, que tem no Complexo Industrial e Portuário de Suape, um portão de entrada e saída de mercadorias, incluindo produtos de grande valor agregado. Já o secretário Ranilson Ramos destacou os projetos prioritários do Governo do Estado nas áreas de extensão rural e infraestrutura hídrica, que atendem, por meio dos escritórios locais do IPA, todos os 184 municípios pernambucanos.

À tarde, a delegação paquistanesa esteve na Usina Cucau, em Rio Formoso, na Mata Sul. Lá eles conheceram os processos industriais utilizados na produção de etanol, um dos principais objetivos da vinda da missão a Pernambuco. Até sexta-feira, a comitiva visitará o Centro de Treinamento do IPA, em Carpina, além de experiências nas áreas de extensão rural e de pesquisa e desenvolvimento.

Foto: Tatiana Seabra/IPA
sexta-feira, 23 de março de 2012

Convênio acerta vinda de professores indianos para ensinar em Timbaúba


O município de Timbaúba, na Zona Mata Norte, vai receber um projeto que promete revolucionar a educação na cidade. Uma parceria entre o Governo de Pernambuco, por meio das secretarias de Educação (SE) e de Governo (SEGOV); Prefeitura de Timbaúba; Governo da Província de Kerala, na Índia; Governo Federal e UNESCO, vão trazer ao município cerca de cem professores indianos que vão ministrar aulas gratuitas de matemática, inglês, tecnologia da informação, além de técnicas orientais de concentração, respiração e raciocínio.

Os professores indianos vêm para lecionar por um período de três anos. A previsão é que as aulas iniciem já em agosto, em um prédio cedido pela Prefeitura de Timbaúba. O público alvo são estudantes da rede pública estadual e municipal, entre seis e 12 anos, sem haver, no entanto, restrição quanto à faixa etária. Esses jovens poderão comparecer às aulas durante o dia, no turno contrário ao que estudam regularmente. À noite, as aulas serão abertas a toda comunidade.

Uma das grandes novidades é que todas as aulas serão ministradas em inglês. “O desafio é imenso, mas acreditamos que quanto mais nova é a criança, melhor e mais facilmente ela vai aprender aquela linguagem”, afirma Carlos Osório, coordenador local da equipe da UNESCO.

O gerente de Projetos Especiais da Secretaria de Educação, Aurélio Molina, classificou o projeto como inovador. “A SE vai desempenhar um papel de facilitador nesse convênio”, definiu. Ele lembra ainda que o Programa Ganhe o Mundo, desenvolvido pela SE, vai oferecer ensino de inglês e espanhol aprofundado para 24 mil estudantes de todo o Estado. Desses, 800 estudantes viajarão em intercâmbio no exterior, muitos dos quais já estarão de volta no primeiro semestre de 2013, em condições de participar como alunos do projeto desenvolvido em Timbaúba.

Uma comitiva indiana chefiada pelo Secretário de Educação da Província de Kerala, Shavi Shankar, visitou Timbaúba na última quarta-feira (21) para conhecer a realidade local. A província tem um dos mais elevados índices educacionais da Índia. Os professores indianos serão contratados pela UNESCO, com verba repassada pelo Governo Federal.

A escolha por Timbaúba atende à política do Governo de Pernambuco de levar desenvolvimento também à parte norte do estado, depois dos grandes investimentos que chegaram ao litoral sul, puxados pelo Complexo Industrial e Portuário de Suape.

Brasil – Índia – A ideia das partes integrantes do convênio é que seja fundado em Timbaúba o campus do Instituto Brasil-Índia de Educação Internacional. O instituto vai oferecer cursos de mestrado e doutorado em Educação. A intenção é formar professores para trabalhar não nas universidades, mas no ensino fundamental e médio das escolas públicas do Brasil.

Foto:
Andréa Rêgo Barros
terça-feira, 20 de março de 2012

Audiência Pública sobre PPP do Saneamento

Maurício Rands, secretário do Governo e Presidente do Comitê Gestor de Parcerias Público-Privadas (CGPE), participa de audiência pública sobre a PPP do Saneamento que beneficiará mais de 4 milhões de pernambucanos na Região Metropolitana do Recife (RMR) e Goiana. Além de citar parcerias que deram certo (Complexo Viário da Praia do Paiva, Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga e Arena Multiuso da Copa 2014), Rands defendeu as PPPs como instrumento importante para descentralizar o desenvolvimento, aumentando a capacidade de investir do Governo.

Horários dos ônibus agora no seu celular


Saber em quanto tempo chega o próximo ônibus antes mesmo de sair de casa através de uma mensagem recebida no celular. A partir de hoje (20) essa será a nova realidade para os 2,1 milhões de usuários do Sistema de Transporte Público de Passageiros (STPP) da Região Metropolitana do Recife (RMR). Com uso da tecnologia de GPS, implantada nas 6.238 paradas de ônibus e nos 3 mil coletivos, será possível informar ao passageiro com precisão o tempo de espera e de viagem de cada uma das 385 linhas que operam nas 14 cidades da RMR.

Para receber as informações no seu celular, o passageiro deve enviar um SMS para o número 49214 com o texto “prev” (todo escrito em caixa alta ou baixa) o número da parada (6 dígitos) e o número da linha (3 dígitos). É necessário colocar espaços entre uma informação e outra. A resposta virá em alguns segundos trazendo o horário dos três próximos ônibus da linha solicitada. Se o usuário digitar apenas a palavra prev + o número da parada, o sistema irá retornar a mensagem informando as três primeiras linhas que vão passar pelo ponto de ônibus. O custo da mensagem é de R$ 0,31 + impostos.

O Sistema Inteligente de Monitoramento da Operação – SIMOP entrou em funcionamento na manhã de hoje (20/03) com a visita do governador Eduardo Campos à sede do Consórcio Grande Recife, no Cais de Santa Rita, no Recife. O local abriga o Centro de Monitoramento da Operação (CMO), onde estão instalados 16 monitores de vídeo que mostram o comportamento da frota. Na tela, os ônibus recebem diferentes cores de acordo com o cumprimento dos seus horários: os azuis estão adiantados; os verdes pontuais e os vermelhos, atrasados.

 “Tínhamos apenas 28 fiscais para acompanhar toda a operação. Agora, cada ônibus tem um fiscal embarcado, que é o GPS”, disse o governador, lembrando que 50 novos profissionais também foram contratados, somando 78.

 Além de fiscalizar o cumprimento dos horários e roteiros de cada um dos coletivos, o SIMOP também ajuda a resolver problemas no trânsito. É possível ver na tela do computador pontos de retenção do tráfego causados por acidentes, buracos na pista ou operações de carga e descarga de produtos fora do horário estabelecido. Observado um desses eventos, a CMO irá acionar os órgãos competentes e resolver os gargalos: “Às vezes não é mais ônibus que a gente precisa e sim melhorar o fluxo dos que já circulam”, explicou Eduardo.

O SIMOP continua em fase de teste por 90 dias e os usuários podem contribuir com o seu aperfeiçoamento ligando para 0800.081.0158.

TV E INTERNET – Além da consulta por SMS, o Governo do Estado colocou telões de LCD nos Terminais Integrados (TI) onde as informações sobre cada linha são mostradas, assim como acontece nos aeroportos.

Dos 13 TIs em operação, oito já contam com os televisores (Camaragibe, PE-15, Caxangá, PE-22 /Pelópidas Silveira, Cabo, Macaxeira, Igarassu e Recife). Os outros cinco (Joana Bezerra, Afogados, Barro, Cavaleiro e Jaboatão) recebem os equipamentos em 120 dias. Até 2014, outros 12 TIs e diversas estações de BRT localizadas nos corredores exclusivos para ônibus que estão sendo construídos serão entregues com os equipamentos em pleno funcionamento.

Ainda será possível acessar o serviço de gerenciamento eletrônico pela internet. Dentro de um mês, os internautas poderão acessar o portal do Grande Recife (www.granderecife.pe.gov.br) e informar a origem e o destino da sua viagem. A exemplo do que acontece com o Google Maps, os usuários terão a previsão de percurso, as linhas disponíveis e o tempo de espera do ônibus utilizado.
segunda-feira, 19 de março de 2012

Missão Panamá é destaque na Rádio CBN


Em entrevista à Rádio CBN, Rodolfo Ramires, Gerente geral para governos e organismos multilaterais da Secretaria de Governo, fala sobre a Expocomer 2012, maior feira multisetorial da América Latina e Caribe.

Em pauta, a participação de Pernambuco na Feira e o estabelecimento de relações e laços comerciais, culturais e econômicos (cooperação descentralizada) entre o Estado e a República do Panamá.

Expocomer é o principal evento da Missão Panamá


A Expocomer 2012, maior feira multisetorial da América Latina e Caribe, será o compromisso mais importante da Missão Panamá, composta por empresários de Pernambuco e órgãos estaduais. O estado terá 32m² de espaço próprio no evento (adquirido pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco - AD/Diper). Dez empresas pernambucanas de moda, decoração, calçados, cosméticos e móveis marcarão presença nos standes. Além do Sebrae e da AD/Diper, a Secretaria do Governo (Segov) e a Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) enviam representantes para a feira, que ocorre entre os dias 21 e 24 de março, na Cidade do Panamá.

Estima-se a ida de 2.500 empresas e de 30 países das Américas, Caribe, Europa, Ásia e África para a 31ª edição da Expocomer. A previsão é de que sejam gerados mais de US$ 25 milhões em negócios.

Além da feira, a Missão Panamá terá entre seus destaques visita à Zona Livre de Cólon e à sede da Copa Airlines, encontros na Autoridade da Micro, Pequena e Média Empresa (AMPYME), Universidade das Américas (Udelas) e Escritório do Administrador da Gestão Corporativa do Canal do Panamá. Ao todo, serão compromissos cumpridos ao longo de sete dias – 18 até 25 de março.

A Zona Livre de Cólon, segundo explica o gerente geral para Governos e Organismos Multilaterais, Rodolfo Ramirez, surge como uma opção para a instalação de pontos de distribuição dos produtos pernambucanos. “Identificar potenciais locais para a zona de livre comércio é uma forma de buscar facilitar a importação e exportação de produtos entre os dois países”, salienta.

Paralelamente, a visita à sede da Copa Airlines terá a finalidade de avaliar a promoção dos destinos para o voo Recife-Panamá, que será iniciado ainda neste primeiro semestre. Representantes da Empetur acompanharão as conversas com o trade turístico local. Durante a Expocomer, a Empetur apresentará os principais destinos turísticos do Estado com foco nos segmentos de lazer, negócios e saúde.

Mais focada na questão logística, a reunião sobre o processo de duplicação do Canal do Panamá avalia a possibilidade de intensificar tráfego de navios com o Porto de Suape. “Com a futura conclusão do canal, os panamenhos poderão receber embarcações de grande porte, a exemplo dos Suezmax e dos Panamax”, explicitou Ramirez.

Já a AMPYME, trata-se de uma entidade vinculada ao Ministério de Comércio e Indústria nos mesmos moldes do Sebrae. O Cônsul do Panamá em Pernambuco, Saulo Farias, integra a equipe de discussões para esta pauta. Na ocasião, será assinado convênio de cooperação para estimular o desenvolvimento de micro e médias empresas. Na Universidade das Américas, mais conceituada instituição de ensino panamenha, o vice-reitor, Juan Bosco Bernal, discutirá prováveis acordos de cooperação nas áreas técnico-científicas e acadêmicas.

Membros dos dois governos devem avaliar a geminação da Cidade do Panamá com o Recife. Sendo viabilizado, o novo status dará abertura para intercâmbio cultural, comercial e acadêmico entre ambas as cidades. Por fim, reunidos com integrantes do Ministério da Educação daquele país, técnicos da Secretaria do Governo de Pernambuco discutem a inclusão do Panamá no Programa Ganhe o Mundo, que visa enviar alunos da rede estadual de ensino para países que tenham o idioma inglês ou o espanhol como língua oficial.
quarta-feira, 14 de março de 2012

Pernambuco firma parceria de combate ao crack


Pernambuco é o primeiro estado brasileiro a aderir ao programa “Crack, é possível vencer”, firmado na manhã de hoje no Palácio do Campo das Princesas, com as presenças do governador Eduardo Campos, do prefeito João da Costa, dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Alexandre Padilha (Saúde), e da secretária Nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Denise Colin.


A parceria prevê o enfrentamento do Crack em três frentes: cuidado (tratamento dos usuários com a ampliação e qualificação da rede de atenção e criação de uma rede de atendimento especializada), autoridade (ação policial de combate ao tráfico da droga) e prevenção (ações que visam levar informação a escolas e comunidades com a finalidade de evitar o surgimento de novos usuários). Até 2014, cerca de R$ 85 milhões vão ser investidos pelo Governo federal no combate ao Crack no Estado.

Leia mais:


Diario de Pernambuco


14/03/2012 - 12h14


Pernambuco recebe R$ 85 milhões para combater o Crack


Até o ano de 2014, os municípios de Pernambuco vão receber R$ 85 milhões para investir em ações de combate ao Crack. Para o Recife, o montante a ser liberado é de R$ 74 milhões e para todo o Brasil, de R$ 4 bilhões.

O anúncio foi feito esta manhã pelos ministros da Justiça,José Eduardo Cardozo, e da Saúde, Alexandre Padilha, durante lançamento do programa do governo federal “Crack, é possível vencer”. A solenidade, realizada no Palácio do Campo das Princesas, foi formalizado o pacto entre as três esferas para aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção.

Na ocasião, o Padilha adiantou que o governo federal passará a custear os 80 leitos em enfermarias especializadas disponíveis no estado. Além disso, o Ministério da Saúde vai implementar e custear mais 20 leitos desta natureza em Recife.

O estado de Pernambuco e o município de Recife são os primeiros a formalizar a adesão ao programa, que segue três eixos: prevenção, cuidado (tratamento) e autoridade (enfrentamento ao tráfico de drogas). No âmbito da Saúde, em Pernambuco, será criado um novo Centro de Atenção Psicossocial–Álcool e Drogas (CAPS-AD) para atendimento 24 horas. Três unidades, que já estão em funcionamento, também passarão a atender casos de uso de álcool e outras drogas 24 horas. Serão também criados 20 novos leitos em enfermarias de Hospital Geral. No Recife já existem sete Consultórios na Rua.

Para o Recife, o Ministério já autorizou e repassou, em dezembro de 2011, R$ 480 mil de um total de R$ 2,8 milhões para o primeiro semestre de 2012. A verba se destina à qualificação de três CAPS AD II para CAPS AD III, com o objetivo de prestarem atendimento 24 horas, e implantação de três novas Unidades de Acolhimento Adulto e uma Unidade de Acolhimento Infantil, até junho de 2012.

Os locais para implantação dessas unidades foram escolhidos por registrarem alta concentração de uso do Crack. O Ministério da Saúde também ampliou o teto financeiro de média e alta complexidade para aumento do financiamento dos CAPS existentes para R$ 7,1 milhões este ano.

O conjunto de ações para o enfrentamento ao Crack e outras drogas foi anunciado em 7 de dezembro pela presidenta Dilma Rousseff, em Brasília. A implementação das ações será avaliada ao longo da execução e o repasse dos recursos federais dependerá da capacidade de cada unidade federativa.

Outros recursos a serem repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) ao estado e ao município não se destinam exclusivamente ao programa, mas também terão impacto nessas ações. Além dos ministros, também participaram do evento a secretária Nacional de Assistência Social do MDS, Denise Colin, o governador Eduardo Campos e o prefeito João da Costa.


JC Online


14/03/2012 - 10h20


Pernambuco receberá investimentos de R$ 85 milhões no combate ao Crack


Milton Raulino 

O encontro da comitiva começou às 10h com Eduardo Campos e João da Costa assinando o termo de adesão ao programa. Pernambuco é o pioneiro na participação do plano, que deve abranger todo o País, com investimento total de R$ 4 bilhões. A parceria, firmada entre as três esferas do governo, prevê o enfrentamento do crack em três frentes: cuidado, autoridade e prevenção. Tais ações visam aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de entorpecentes, lutar contra organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção ao uso de drogas.


Representando a ministra do Desenvolvimento, Tereza Campello, a secretária Denise Colin garantiu o envolvimento dos Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) na ação contra o crack. "Nosso ministério se coloca à disposição no que for necessário no tocante à prevenção e ao cuidado, a fim de promover a ressocialização e a reconstrução de vínculos rompidos pelo crack", disse a secretária.


O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que esteve na última terça (13) com os médicos do Cosultório de Rua, elogiou o desempenho da iniciativa e reafirmou a urgência de uma medida efetiva contra os entorpecentes. "Não podemos negar que existe uma epidemia. É um grande desafio. Mas, reunidos, temos forças suficientes para reorganizar a Saúde". afirmou. Em  2011, o Ministério repassou R$ 480 mil para a Saúde em Pernambuco. Agora, o orçamento é de R$ 74 milhões até 2014, que se destina para criação de leitos especiais em hospitais e qualificação de centros de reabilitação.


Em Pernambuco, a segurança pública recebe R$ 5,5 milhões, que devem ser investidos em câmeras fixas e móveis para inibir ações do narcotráfico. José Ricardo Cardozo, ministro da Justiça, reforçou que a repressão não pode aliviar, mas que é preciso cuidar de fato dos usuários. "O combate ao narcotráfico não pode ser tratado de forma romântica. Temos que ser firmes. Além disso, por vezes vemos pessoas reprimindo o usuário e abraçando o traficante. Não. Aos traficantes, cadeia. Aos usuários, o tratamento", enfatizou.

Por fim, Eduardo Campos reiterou a importância da reunião dos três ministérios na causa, bem como da participação da sociedade. "Temos que desmistificar o crack e mostrar que tem solução. Um país de verdade não se faz com desigualdade e miséria. O crack exige que mudemos, que repensemos nossa forma de atuar e que nos voltemos para aqueles que mais precisam do Estado. Só assim poderemos dar esperança de futuro e reconstruir a vida das vítimas dessa droga", o governador.

Foto: Aluísio Moreira/SEI
sexta-feira, 9 de março de 2012

Arena Pernambuco com energia solar


Diario de Pernambuco - PE
09/03/2012 - 06:39

Economia 

Arena da Copa com energia solar

Celpe vai implantar usina no estádio em São Lourenço e tem projeto alternativo em Fernando de Noronha

Da Redação

A Arena Pernambuco, que sediará jogos da Copa do Mundo de 2014, vai ser abastecida por energia solar. Ontem, a Celpe anunciou investimentos de R$ 13 milhões na implantação de uma usina no estádio, em São Lourenço da Mata. A usina vai gerar 1MWp de potência instalada, energia suficiente para atender, na média, seis mil pessoas. A companhia energética também tem projeto para estudos de conexão da energia solar no arquipelágo de Fernando de Noronha, em parceria com a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) e a Agência de Cooperação Alemã (GIZ), que vão fornecer apoio técnico para implantação dos primeiros painéis fotovoltaicos na ilha.

A implantação da usina na Arena Pernambuco tem início previsto para o segundo semestre deste ano. A expectativa é a de que entre em funcionamento até junho de 2013. O projeto será feito pelo Grupo Neoenergia, através da Celpe, com a Odebrecht Energia, além de parceria com o governo do estado. A instalação da usina solar faz parte de um projeto estratégico da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), lançado em agosto do ano passado, e que será realizado pelas concessionárias do Neonergia, que inclui também a Coelba, da Bahia, e a Cosern, do Rio Grande do Norte, com a Odebrecht. O investimento total é de R$ 24,5 milhões.

A implantação e operação da usina não acarretarão custos adicionais ao estádio, em construção pela Odebrecht Infraestrutura, já que serão bancados pelas empresas participantes do projeto da planta solar. Toda energia gerada será destinada à Arena Pernambuco. Pelo mundo, existem arenas com energia solar em Seattle e São Francisco, nos Estados Unidos, e em Nuremberg, na Alemanha.

Já Fernando de Noronha será o primeiro local no estado a contar com redes elétricas inteligentes (REIs) instaladas pela Celpe. O sistema vai reunir as principais tecnologias nas áreas de medição, telecomunicações, tecnologia da informação e automação em um único produto.
quinta-feira, 8 de março de 2012

PIB de Pernambuco cresce mais do que o País em 2011


Em entrevista à Rádio CBN, o secretário do Governo, Maurício Rands, comenta o resultado do PIB de Pernambuco, que cresceu mais do que o País em 2011. Comparando o Estado a uma “locomotiva do Brasil”, Maurício destacou o cenário econômico de Pernambuco, onde aparece como destinatário de investimentos internacionais. Por fim, enfatizou a descentralização do desenvolvimento e o incentivo de outras regiões do Estado.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Aposta na exportação: Feira Multisetorial no Panamá para pequenos e médios empresários de PE


Diario de Pernambuco - PE
07/03/2012 - 06:55


Aposta na exportação

Feira Multisetorial no Panamá abrirá os caminhos para vendas de pequenos e médios empresários do estado

Thatiana Pimentel

Nove pequenos e médios empresários pernambucanos terão uma oportunidade única de exportarem para países americanos e no Caribe com a Feira Multisetorial no Panamá que irá ocorrer entre os dias 21 e 24 de março. Essa é a primeira vez que o estado irá participar do evento e os empresários participantes já estão tendo assessoria técnica da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD-Diper), que disponibilizou uma equipe de apoio para ajudar as empresas envolvidas na escolha de amostras para a feira.

Além da consultoria in loco, a AD-Diper também está organizando as rodadas de negócio que as empresas pernambucanas irão realizar na feira. “Como o evento é muito organizado, disponibilizaram um site só para agendamento das rodadas. Nosso papel é ajudar os empreendedores locais a encontrarem os empresários realmente interessados nos seus produtos. Já conseguimos agendar 10 encontros para cada uma das nove empresas que vão para a feira”, explicou Fabiana Macêdo, assessora técnica da Unidade de Negócios Internacionais da AD-Diper.

O melhor é que toda essa ajuda é dada gratuitamente pela agência. Os empresários só irão pagar hospedagem e passagem. Até o estande na feira sairá por conta da AD-Diper. “Nosso objetivo é incentivar os empreendedores locais que querem aumentar sua produção e exportar. O mercado mundial está aberto e o estado tem muito a oferecer em termos de qualidade e diversidade de produtos”, afirmou Fabiana.

Sylvia Guerra, sócia da fábrica de objetos artesanais de decoração Artes e Ofícios, é uma das empresárias que está recebendo apoio da agência para participar da feira. Com as amostras já escolhidas, catálogo pronto e experiência em exportação, ela espera firmar negócios com países da América Latina e os Estados Unidos. “Já enviei produtos para Angola, Venezuela e Uruguai e estou fechando um contrato com o México. Mesmo assim, exporto apenas 1% da minha produção, que pode aumentar. Por isso me inscrevi na feira, porque é uma forma de apresentar meus produtos para o mundo e conhecer meus concorrentes”.

Segundo ela, sua expectativa é chegar a exportar 5% de sua produção até o fim do ano. Para isso, terá que superar um concorrente de peso: a China. “A gente sabe que é difícil exportar. Não vou dizer o contrário. Mas, justamente por causa disso, temos que aproveitar qualquer oportunidade”.

Saiba mais:

Veja quais os setores que representarão Pernambuco na Feira Multisetorial Internacional do Panamá:

Comésticos
Bijuterias
Artigos artesanais
Artigos de decoração
Roupas profissionais
Alimentos saudáveis
Moda praia
Móveis

*A partir de 23 de junho, a Companhia Panamenha de Aviação S.A. (Copa Airlines) passa a operar quatro frequencias semanais entre o Recife e a Cidade do Panamá que é zona franca de produtos eletrônicos, sendo uma das mais procuradas entre os destinos de compras. Um dos planos da parceria entre a Copa Airlines e o Governo de Pernambuco, por intermédio da Secretaria do Governo de Pernambuco, é utilizar a via aérea como rota de escoamento dos produtos locais para exportação.
terça-feira, 6 de março de 2012

Governo apresenta PPP do Saneamento para TCE e Sinduscon

Durante o mês de março, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, reservou espaço em sua agenda para debater o projeto de Parceria Público-Privada (PPP) do Saneamento com a sociedade civil organizada. Os primeiros debates ocorreram hoje (5), quando foi feita apresentação sobre o tema para os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e para o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Pernambuco (Sinduscon). Os encontros estão sendo realizados em atendimento à recomendação do governador Eduardo Campos, que incumbiu o secretário de Governo, Mauricio Rands, e o titular da Compesa para executar essa missão. “A intenção é ampliar o debate sobre a PPP com a sociedade e colher contribuições para o edital, que está em elaboração e que deverá ser publicado até o final do mês”, adiantou o secretário Maurício Rands.

A PPP prevê o atendimento de 14 municípios da Região Metropolitana do Recife, mais a cidade de Goiana, na Mata Norte, beneficiando 3,7 milhões de pessoas.

A PPP prevê investimentos públicos e privados de R$ 4,3 bilhões na execução das obras necessárias para atendimento aos 15 municípios no prazo de 12 anos, saindo dos atuais 30% de cobertura para 90%. Em sua explanação, Roberto Tavares contextualizou a situação do esgotamento sanitário brasileiro, onde 22 estados apresentam uma cobertura inferior aos 40%. Em Pernambuco, a realidade não é diferente, com um percentual de 20% de cobertura em todo Estado. Apenas dois Estados brasileiros apresentam mais de 70% de cobertura (São Paulo e Brasília) e três detêm  percentuais que variam de 40 a 70% (Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais). “Esses índices comprovam que o modelo vigente não está mais adequado ao momento de desenvolvimento que o Brasil vivencia, em particular o estado de Pernambuco”, argumentou o presidente da Compesa, lembrando que nos últimos cinco anos, o Governo do Estado já investiu R$ 1,8 bilhão em obras de água e esgoto.

Segundo Tavares, mesmo com esse volume histórico de investimentos, ainda existem muitos desafios, não só na questão do abastecimento de água, mas principalmente na área de esgotamento sanitário, onde os governos precisam avançar. “Pernambuco está apresentando este modelo de parceria com a iniciativa privada, mas se esta não é a melhor proposta para executar as obras que faremos em 12 anos (quando levaríamos 50 anos para executar), que apareça outra solução”, propõe Tavares. Ainda de acordo com o presidente, conviver com a ausência de coleta e tratamento de esgoto é uma realidade  que não é mais aceitável.

Para ilustrar o quadro caótico do saneamento no cenário nacional, Roberto Tavares informou os dados do Datasus 2008, apontando que morrem 45 crianças até 14 anos de idade, por um grupo de 100 mil/habitantes por ano, por doenças  provocadas por infecções gastrointestinais nos estados onde só existem 30% de cobertura de esgoto. Entre as doenças mais freqüentes estão amebíase, diarréia e gastroenterite. “Fizemos as contas e chegamos a uma dura e cruel realidade: 1.665 crianças morrem por ano pela ausência de saneamento básico e o Governo quer mudar essa realidade”, revelou Tavares. Dados da Organização Mundial de Saúde mostram que, a cada R$ 1 investido em saneamento básico, gera-se uma economia de R$ 4,00 com assistência médica. “Estimamos gerar uma economia de R$ 17,2 bilhões em 12  anos, liberando esses recursos para outras frentes importantes de atuação no Estado”, estimou.

A meta do governo pernambucano é sair dos 30% atuais e atingir 90% de cobertura em 12 anos nos municípios que serão beneficiados. “Atingimos 30% em 50 anos. Para triplicar o que foi feito em cinco décadas em apenas 12 anos, precisaríamos de um volume de investimento de 5% ano, sendo necessários aplicar R$ 4,3 bilhões, recursos que nenhuma companhia de saneamento brasileira tem como captar”, assegurou Tavares. Ele disse ainda que a ideia do governo não é desconstruir e ignorar o passado, mas evoluir, ser mais eficiente, aprimorar, alavancar o que já existe, transferir tecnologia e capacitar.

Modelo de negócio de sucesso no Brasil e Exterior

Na opinião do secretário de Governo, Maurício Rands, esperar 50 anos por falta de recursos para executar obras imprescindíveis para melhoria da qualidade de vida da população é uma visão ultrapassada do Estado. “Pernambuco se transformou numa locomotiva do desenvolvimento nacional e não pode continuar com os pífios 30% de cobertura de esgoto. Por isso precisamos imprimir a velocidade necessária para materializar as obras que o povo precisa”, observou.

Segundo Rands, o projeto da PPP do Saneamento não é uma ação de Governo, mas de Estado, porque enxerga a solução do problema a longo prazo. O secretário lembrou que as experiências de PPP em Pernambuco estão sendo exitosas, lembrando as do Paiva, Presídio de Itaquitinga e Arena da Copa. “Devemos tratar o tema como prioridade da pauta política brasileira”, finalizou.

TCE - A presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teresa Duere, agradeceu porque o debate foi iniciado pela instituição, que tem todo o interesse em discutir o assunto. “A iniciativa do governo em abrir a discussão para a sociedade é louvável. O projeto será apreciado pela equipe técnica do TCE”, afirmou.

Sinduscon - Para o presidente do Sinduscon, Gustavo Miranda, o encontro realizado esta tarde foi proveitoso e avaliou que o modelo de PPP do Saneamento é viável. “Trata-se de uma alternativa moderna em que o Estado precisa dividir as responsabilidades com a iniciativa privada para realizar grandes projetos que o governo não tem condições de assumir em benefício da coletividade”, complementou.

Foto: Compesa/Divulgação.
quinta-feira, 1 de março de 2012

Voo ligará Recife ao Panamá


Após negociações iniciadas em julho de 2011 com o Governo de Pernambuco, e por intermédio da Secretaria do Governo, a Companhia Panamenha de Aviação S.A. (Copa Airlines) passa a operar, a partir de 23 de junho, quatro frequencias semanais entre o Recife e a Cidade do Panamá. O voo, onde o viajante brasileiro tem visto dispensado, torna-se ainda mais atraente pelo fato da Cidade do Panamá ser zona franca de produtos eletrônicos, sendo uma das mais procuradas entre os destinos de compras. Um dos planos da parceria é utilizar a via aérea como rota de escoamento dos produtos locais para exportação. A Secretaria de Turismo também participou das negociações.

Segue clipagem de matérias que noticiam esta ação da Secretaria do Governo de Pernambuco:

Diario de Pernambuco - PE
01/03/2012 - 07:17

João Alberto

Copa no Recife

Equipe da Copa Airlines chega na próxima semana. Vai fazer filme e matéria para a revista da empresa, que terá um voo entre o Recife e a Cidade do Panamá, a partir de junho.

Jornal do Commercio - PE
01/03/2012 - 08:10

Non Stop
 
Novo voo 1

O anúncio da vinda do voo da Copa Airlines (Cidade do Panamá-Recife), previsto para começar em 23/6, mexe com o mercado. American Airlines já estuda colocar aeronave maior na rota Recife-Miami.

Novo voo 2

Já como parte das ações em torno do voo da Copa, a Empetur fará em julho festival gastronômico em Lima e no Recife. Quatro chefs de lá vêm pra cá e quatro daqui levarão a culinária local ao Peru.
Blog Archive

Blog Archive

About Me

Minha foto
Assessoria de Comunicação
Recife, Pernambuco, Brazil
Maurício Rands, recifense, advogado e professor universitário, 50 anos, casado, dois filhos, eleito em 2010 para o terceiro mandato de deputado federal, pelo Partido dos Trabalhadores, representando Pernambuco. Está licenciado do cargo. Atualmente, assume a Secretaria do Governo na gestão do governador Eduardo Campos.
Visualizar meu perfil completo

Livro de Maurício Rands

Livro de Maurício Rands
Labour Relations and the New Unionism in Contemporary Brazil
Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget